Erro no banco de dados You have an error in your SQL syntax; check the manual that corresponds to your MySQL server version for the right syntax to use near 'WHERE alias = 'artigos'' at line 1SELECT id, tela_id FROM WHERE alias = 'artigos'

Warning: mysqli_fetch_array() expects parameter 1 to be mysqli_result, null given in /home/storage/4/4f/72/franciscanossantacru/public_html/url.php on line 109
Província Santa Cruz - Franciscanos - OFM - Belo Horizonte, MG
Santo Franciscano do dia: Santo Elzeário de Sabran Santo Elzeário de Sabran

Penitente da Ordem Terceira de São Francisco (1285-1323), canonizado por Urbano V (05-04-1369).

Elzeário nasceu no castelo de Ansouis, pequena povoação da Provença, no Sul de França, pelo ano de 1285. O pai era conde de Ariano, no reino de Nápoles, e a mãe uma senhora distinta, muito devota e caridosa para com os pobres. Quando pela primeira vez recebeu nos braços este seu filho primogênito, a piedosa mãe ofereceu-o ao Senhor, dizendo que antes queria ficar sem ele do que saber que a sua alma fosse manchada por algum pecado mortal.

Recebeu uma educação esmerada e completa, ao cuidado do tio, Guilherme de Sabran, abade do célebre mosteiro beneditino de S. Vítor. Com apenas 14 anos, por vontade de Carlos de Anjou, contraiu matrimônio com Delfina de Signe. Mas dada a circunstância de Elzeário ser muito inclinado à mística e Delfina ter casado contrariada, resolveram de comum acordo viver em castidade mesmo casados, e cumpriram a promessa.

Pela morte do pai, Elzeário herdou vários títulos nobiliárquicos, entre eles o de Conde de Ariano, e foi à Itália para tomar posse do condado, sob a dependência direta do rei. Foi uma bela oportunidade para sobressaírem as virtudes de Elzeário. A sua caridade e generosidade, a calma e moderação nas contrariedades, conquistaram-lhe os corações do povo simples e tornaram-no apreciado e querido para o rei de Nápoles. Em 1312, quando Roma era assediada pelo exército do imperador Henrique VII do Luxemburgo, Roberto de Anjou encarregou o conde de Ariano de comandar os seus soldados, destacados para defenderem o papa. Elzeário aceitou a incumbência com tanto empenho, que forçou as tropas imperiais a abandonarem Roma.

Após quatro anos de permanência em Itália, Elzeário regressou à Provença, para grande alegria de Delfina e dos povos da região. Nessa altura os dois esposos receberam o hábito da Ordem Terceira de S. Francisco, e comprometeram-se a perseverar na virgindade, fazendo voto de castidade perpétua. Rezavam diariamente o ofício dos Terceiros e multiplicavam as obras de caridade e de penitência. O seu hábito franciscano consistia numa túnica de pano cinzento cingida por um cordão. Empenharam-se em que nos seus domínios florescesse a vida cristã, se mantivessem os bons costumes, se administrasse a justiça e se defendessem os pobres contra a opressão dos ricos.

O dia 27 de setembro foi o último da sua vida. Pediu para ter a seu lado o padre e teólogo Francisco Mairone, a quem se confessou e de quem recebeu o Viático. Pouco depois, a sua alma voava para o céu. Na canonização, feita por Urbano V em 1369, estava presente a sua esposa Delfina.

Continue lendo...
Próximos aniversários:
27/09 Reinaldo Pereira Gomes
13/10 Valter Pinto Vieira Júnior
15/10 Hugo Maria van Steekelenburg
30/10 Fabiano Aguilar Satler
08/11 Ronilson Caetano da Silva
16/11 Jhonathan Darlon Batista Vieira
20/11 Alexsandro Rufino da Silva
21/11 Antônio Teófilo da Silva Filho
04/12 Robério Antunes Ruas
13/12 José Aguinaldo Querobino
Eventos
Receba as notícias e artigos da Província Santa Cruz. Cadastre seu e-mail...
Centro Administrativo | WebTop
Seth Comunicação