Itinerário Formativo
            Pastoral Vocacional             Itinerário Formativo      

Frades FranciscanosA formação visa iniciar os candidatos à vida franciscana nos valores e na forma de vida próprios dos Frades Menores: sua espiritualidade, sua missão, seu jeito de evangelizar, sua forma de atuar na sociedade, seu modo de viver o evangelho em fraternidade. Essa iniciação tem um momento para principiar: o ingresso em uma das etapas de Formação inicial da Ordem. Entretanto, ela não tem momento para finalizar: toda a vida franciscana é um contínuo discernimento da nossa forma de vida e da sua forma de se concretizar nas sociedades e no momento histórico onde nos inserimos. É que chamamos de Formação permanente.

Os jovens que se sentem chamados a viver os ensinamentos de São Francisco de Assis passam por diversas etapas de formação inicial. São elas: Aspirantado, Postulantado, Noviciado, Pós-noviciado. Procuramos evitar a palavra seminário para identificar as casas onde vivem os jovens que se preparam para entrar na Ordem (aspirantes e postulantes) ou frades noviços e junioristas. Usamos a nomenclatura Casas de Formação para designar a moradia onde vivem esses jovens durante o itinerário formativo.

Após o noviciado, os frades ingressam num período de formação técnica-acadêmica, que corresponde ao período de estudos filosóficos, teológicos ou outra área em que o candidato mostrar interesse e que for julgado adequado pelos formadores. A conclusão de um curso superior, mais o Curso de Teologia é a condição para que o frade de vocação clerical possa ser ordenado Presbítero, após sua Ordenação Diaconal.

Etapas formativas:

  • Aspirantado
  • Postulantado
  • Noviciado
  • Profissão
  • Permanente

ASPIRANTADO

Aspirantado FranciscanoEm Santos Dumont temos o nosso Aspirantado, que chamamos de Comunidade de Jovens Franciscanos (CJF). Nessa casa permanecem os jovens candidatos à vida franciscana que estão cursando o Ensino Médio. Esta não é uma etapa obrigatória. Durante muitos anos essa casa foi conhecida como Seminário Seráfico e, até hoje, assim é chamada pelos moradores da cidade como Seminário Santo Antônio.

Recebemos, anualmente, cerca de dez a quinze jovens aos quais procuramos dar continuidade ao discernimento vocacional e proporcionar a experiência de vida fraterna juntamente com os frades da casa. As atividades diárias durante esta etapa de formação são organizadas da seguinte maneira: pela manhã os jovens assistem às aulas internas de línguas (latim, inglês e português), liturgia e música; à tarde fazem os trabalhos manuais no jardim, na horta, na limpeza e na arrumação da casa. À noite, eles estudam num colégio público de Ensino Médio da cidade.

As orações comunitárias acontecem pela manhã (oração da manhã) e pela tardinha (missa vespertina). Existem também outros momentos para oração, recolhimento e retiros. Nos sábados pela tarde e aos domingos após a missa, os jovens realizam atividades pastorais nas comunidades vizinhas. Existem, também, momentos para lazer, esporte e passeios comunitários.

Nesta casa funciona também um Centro de Espiritualidade Franciscana, onde acontecem encontros anuais, sejam encontros internos da Província Santa Cruz, seja da família franciscana ou outros eventos, como o famoso Enfrades – Encontro dos ex-frades, ex-postulantes e ex-aspirantes de nossa Província.

POSTULANTADO

Postulantado FranciscanoEm São João del-Rei se encontra o Postulantado da Cruz de São Damião, onde vivem os jovens postulantes que se preparam para a entrada na Ordem. Para ingressar no postulantado, é necessária a conclusão do Ensino Médio. A duração do tempo de postulantado em nossa Província é de um ano e oito meses, desde o início de fevereiro até o início de outubro do ano seguinte.

Aqueles que se sentem chamados pela vocação franciscana e têm mais de 30 anos de idade podem fazer o postulantado em uma de nossas casas, não necessariamente na casa do Postulantado em São João del-Rei. Estes são acompanhados por um mestre escolhido pelo Governo provincial.

A vida no postulantado em São João del-Rei está ligada à mística da terra. O postulantado é uma fazenda onde os postulantes têm a oportunidade de trabalhar na agricultura e na criação de gado leiteiro. O isolamento e os morros da fazenda permitem um ambiente de silêncio e de contato com a natureza. O jovem realiza também todos os trabalhos manuais da casa, como um valor imprescindível de doação, dedicação e serviço ao outro.

Ao fim desta etapa de preparação, o postulante pode dar continuidade a sua caminhada vocacional na Cidade de Montes Claros, para a vivência do tempo de Noviciado.

NOVICIADO

Noviciado FranciscanoApós o tempo de Postulantado, o jovem franciscano inicia sua experiência de Noviciado, que significa o ingresso oficial na Ordem. A nossa Casa de Noviciado está inserida em uma comunidade eclesial rural, localizada a 12 km do centro da cidade de Montes Claros, no norte de Minas. O ambiente é rural, o que favorece um contato saudável com a irmã natureza, propício para interiorização e o silêncio.

O Noviciado tem a duração de um ano em nossa Província. Durante esta etapa, o jovem tem a oportunidade de conhecer melhor a vida da Ordem dos Frades Menores e da Província. Participando da Eucaristia e aprofundando-se no conhecimento bíblico e na espiritualidade franciscana, o jovem pode se fortalecer por uma vida intensa e profunda de oração pessoal e comunitária.

Assim como no postulantado, o jovem realiza também todos os trabalhos manuais da casa, como um valor imprescindível de doação, dedicação e serviço ao outro. Uma experiência de vida em fraternidade.
É durante este tempo de noviciado que o jovem recebe antes do seu nome a palavra “Frei”, que significa IRMÃO. E no final do nome, a sigla OFM, que representa que ele passa a ser um integrante da Ordem dos Frades Menores.

Nesta fase do itinerário formativo, o jovem franciscano se prepara para se consagrar a Deus através de uma vida de obediência, sem nada de próprio e em castidade. Enfim, é um tempo de vivência dos valores fundamentais da vida religiosa franciscana.

No fim do ano de noviciado, o frade professa, pela primeira vez, a Regra dos Frades Menores, consagrando-se por um período determinado de tempo (Profissão Temporária) os votos de pobreza, obediência e castidade.

PROFISSÃO TEMPORÁRIA

Profissão FranciscanaA Profissão Temporária dos votos de consagração religiosa marca o término do Noviciado e o início do Pós-noviciado, que tem duração de três a seis anos de vivência da vida própria da Ordem. Essa vivência se dá no município de Betim onde estamos presentes.

O jovem franciscano continua aprofundando sua formação religiosa franciscana após o Noviciado. Poderá ter um período ainda muito intenso de estudos ou especializações, para que possa desenvolver seus dons e aptidões pessoais e se colocar, assim, à disposição da comunidade cristã e a serviço da Ordem dos Frades Menores na Província Santa Cruz.

Ao longo de seu processo de formação inicial, o jovem franciscano vai discernindo se também é chamado a exercer o ministério presbiteral, isto é, ser padre. Muitos optam por serem “Irmãos leigos”, enquanto outros se tornam “Irmãos presbíteros”. Independente da escolha, todos se dedicarão com afinco aos estudos. Todos passarão por uma séria formação filosófica e teológica, e logo depois, terem a possibilidade de buscar uma formação em outra área profissional.

Os jovens residentes em Betim, além dos estudos, reservam tempo para uma vivência comunitária profunda de oração, esporte e presença na vida da igreja local e nas lutas dos moradores.

O tempo de Formação Inicial para o jovem franciscano é concluído com a celebração de sua Profissão Solene, isto é, quando o jovem professa os votos de pobreza, obediência e castidade por toda a vida. A profissão Solene, em nossa província, acontece sempre no dia 2 de fevereiro. A Profissão Solene é antecedida por um tempo de preparação, também dos familiares, através de visitas e celebrações vocacionais nas comunidades de origem dos professandos.

No entanto, a formação não termina aí. Começa o período de Formação Permanente, que se estenderá até o encontro com a Irmã Morte. Viver é aprender, é formar-se. E o frade menor está em constante formação.

Fraternidade do Pós-noviciado

Existe hoje, o Convento Santa Maria dos Anjos, onde o frade após o Noviciado passa a residir nessa fraternidade no Bairro Guarujá, do município de Betim.

 

PROFISSÃO SOLENE E FORMAÇÃO PERMANENTE

Cruz FranciscanaA formação não termina com a Profissão Solene. Formação e vida são sinônimos para nós, franciscanos. Não existe formação sem vivência evangélica e não existe vivência evangélica sem formação.

Os primeiros anos da Formação Permanente acontecem, normalmente, na Grande Belo Horizonte, já que é necessária a conclusão de cursos iniciados nessa região.

Em toda a Ordem, existe um frade – o Moderador da Formação Permanente – que, juntamente com uma equipe, procura estar atento ao nosso testemunho de vida, em especial nos primeiros anos. Esta equipe procura animar de forma especial os guardiães das comunidades, nessa tarefa peculiar de garantir a fraternidade e um testemunho autêntico de vida franciscana.

Notícias
                  
Receba as notícias e artigos da Província Santa Cruz. Cadastre seu e-mail...