Santo Franciscano do dia: B. Contardo Ferríni B. Contardo Ferríni

Membro da Ordem Terceira de São Francisco (1859-1902), beatificado por Pio XII (13-04-1947).

Aquele a quem chamaram “astro de santidade e de ciência”, Contardo Ferríni, nasceu em Milão em 5 de abril de 1859. Educado cristãmente pela família, e influenciado sobretudo pelo pai, desde muito novo sentiu crescer em si o desejo de se consagrar exclusivamente ao Senhor. Fiel a essa inspiração, correspondeu-lhe com uma vida interior alimentada de meditação, oração e comunhão frequente. A par disso, foi também exemplar no esforço em obter uma sólida formação humana e literária, conseguindo terminar os estudos médios aos 17 anos.

Nessa altura, sentindo-se suficientemente maduro como estudante e coerente como cristão, inscreveu-se na faculdade de direito na célebre universidade de Pavia. Nesse novo meio manteve sempre uma intensa vida de piedade, e daí o epíteto que muitos lhe davam de “S. Luís”. Temperamento delicado e cortês, alimentava o espírito poético na contemplação do imenso livro da natureza, escalando alturas como valente alpinista.

A sua mais importante escalada, contudo, não foi às alturas de acidentes orográficos que são os cumes das montanhas, mas antes ao cimo da montanha da santidade, apresentando-se como modelo de cristão e católico de profunda preparação e competência profissional. Em 1880, com 21 anos, obteve a licenciatura em direito penal. O júri que o examinou descobriu nele uma especial vocação para a investigação científica, orientada para o direito antigo e bizantino.

Em vista disso, obteve uma bolsa de estudos que lhe permitiu ir especializar-se na universidade de Berlim, onde conquistou sólidas amizades com estudantes católicos alemães. Em 1883 começou a leccionar direito romano na universidade de Pavia. Na cátedra, onde mantinha toda a seriedade do investigador aliada à paixão do docente, granjeou a admiração de colegas e discípulos pela lucidez e clareza da exposição, expressão fluida e nobre, simplicidade elegante e sorridente.

Entre 1887 e 1894 leccionou nas universidades de Messina e de Módena, e depois regressou a Pavia, onde ensinou até à morte, residindo com os pais em Milão. Tendo optado por uma vida celibatária, inscreveu-se na Terceira Ordem Franciscana, e no espírito franciscano hauriu e desenvolveu uma espiritualidade seráfica.

Ao compromisso da cátedra acrescentou uma intensa produção científica, que conta com mais de 200 escritos. Também se conservam dele elevadas páginas ascéticas. Além disso, tomou parte em atividades caritativas das Conferências de S. Vicente de Paulo. Durante um período de repouso junto ao Lago Maior, foi vitimado por um violento ataque de tifo, que lhe permitiu ir para junto de Deus no dia 17 de outubro de 1902, contando 43 anos.

A universidade católica do Sagrado Coração de Jesus de Milão, à qual ele dedicara especial predileção, acolheu-o como seu modelo e guia, e orgulha-se de conservar e venerar os seus restos mortais. Foi beatificado por Pio XII em 1947.

Continue lendo...
Próximos aniversários:
30/10 Fabiano Aguilar Satler
08/11 Ronilson Caetano da Silva
16/11 Jhonathan Darlon Batista Vieira
20/11 Alexsandro Rufino da Silva
21/11 Antônio Teófilo da Silva Filho
04/12 Robério Antunes Ruas
13/12 José Aguinaldo Querobino
17/12 Jhonatan de Jesus Luiz
21/12 Gilberto Martins Custódio
22/12 Rogério de Sousa Rodrigues
Eventos
Receba as notícias e artigos da Província Santa Cruz. Cadastre seu e-mail...
Centro Administrativo | WebTop
Seth Comunicação