Ensino e Cidadania
            Atuação             Ensino e Cidadania      
  • Educafro
  • Colégio Santo Antônio
  • Curso de Teologia para Leigos
  • Creches
  • Irmão Sol

EDUCAFRO

A Educafro Minas é um pré-vestibular comunitário que faz parte da rede EDUCAFRO - EDUCAÇÃO E CIDADANIA DE NEGROS(AS) E PESSOAS DA CAMADA POPULAR.

Trata-se de uma proposta de inclusão que se organiza em rede, na autogestão e no trabalho voluntário, visando fortalecer a cidadania através do acesso à educação superior.
Tem como público-alvo cidadãos negros e aqueles de baixa renda. Seu princípio fundamental é trabalhar a idéia da cidadania por meio da inclusão destas pessoas no sistema de ensino superior público, bem como discutindo temas caros ao projeto como: direitos, discriminação racial, racismo, gênero, cidadania, etc.

Objetivos

• Tornar possível o ingresso e permanência de negros/as e pessoas da camada popular na Universidade.
• Promover a cidadania através das aulas de Práticas de Cultura e Cidadania, participação em projetos e assembléias.
• Melhorar a qualificação dos/as educandos/as para o mercado de trabalho, possibilitada pelo melhor nível educacional.
• Formar cidadãos/ãs ativos/as que possam atuar junto à comunidade.Ampliar horizontes e aumentar a auto-estima dos/as alunos/as.
• Desenvolver e incentivar a formação de novos núcleos em outras comunidades, através da formação de multiplicadores.
• Possibilitar a troca de experiências entre educandos e educadores e coordenação com a finalidade de se conhecer e trabalhar em rede, isto é, pensar globalmente e atuar localmente.
• Conhecer a realidade e formação de cada educando no intuito de valorização de sua história e pensamento.

História da Educafro

Em Minas Gerais, o primeiro núcleo da Educafro foi criado na cidade de Passos, sul de Minas, em 1998 recebendo o nome de Dércio Andrade. De lá para cá, outros surgiram, como por exemplo, o núcleo Laudelina Campos Mello em Poços de Caldas, Iê em Campo Belo e Libertas em São João Del Rei, todos estes no ano de 2004.

Logo, em 2005 surgiu o núcleo Trilhando Caminhos, em Montes Claros, Usina dos Sonhos em Itaúna e no ano seguinte surgem os núcleos de Botelhos, na cidade de Botelhos, Sol em Pará de Minas e no segundo semestre de 2006 surge o núcleo Nova Pampulha em Ribeirão Neves. Em Belo Horizonte, o primeiro núcleo – Águia – foi fundado em 2003, no bairro São José, no ano seguinte surgiu o Núcleo A.V.E. (Aprendendo Vivendo e Ensinando) no bairro Suzana.

No ano de 2005, os franciscanos de Minas decidem apoiar o projeto, através da Casa de Santo Antônio, montando um escritório que disponibilizasse telefone, computador, arquivo, dentre outros, além de contratar duas funcionárias para operacionalizar uma rotina de trabalho, enfim, criou uma estrutura mínima de coordenação a fim de fortalecer a presença da Educafro no Estado, de motivar a atuação e articulação dos núcleos levando em consideração as especificidades da realidade mineira. A atual mantenedora da Sede Regional é a Associação Franciscana de Educação e Assistência Social, também ligada aos frades franciscanos.

Deve-se ressaltar que a Casa de Santo Antônio atua no projeto Educafro interferindo no funcionamento da coordenação regional, já em relação aos núcleos existentes em Minas Gerais, cada cursinho tem autonomia suficiente no que tange ao seu desenvolvimento e funcionamento.

Atualmente existem 10 (dez) núcleos da Educafro, 05 (cinco) na região metropolitana de Belo Horizonte e 05 (cinco) no interior de Minas Gerais, sendo eles Ação e Ousadia (Ibirté), Águia (São José), Betim, Nacional (Contagem), Atitude (Ipatinga), Dércio Andrade (Passos), Estrelas do Amanhã (Itaú de Minas), Laudelina Campos (Poços de Caldas) e Pedra Negra (Governador Valadares).

Em todos os núcleos se procura, além das aulas convencionais, trabalhar a dimensão da cidadania, da formação da consciência crítica de todos os envolvidos, da participação, da solidariedade, do respeito à diversidade, enfim, o núcleo de pré-vestibular como espaço de atuação e de gestação de sonhos coletivos.

Faça parte desta rede de cidadania, venha ser um Aluno ou Educador! Acesse nosso site e saiba mais sobre a Educafro:

www.educafrominas.org.br

Educafro Minas
Av. Amazonas, 314 - sala 210 - Centro
Belo Horizonte/MG - CEP - 30180-001
(31) 3271-3038

Mantenedora
Associação Franciscana de Educação e Assistência Social
Rua Santa Rita Durão, 1090 - Sala 02 - Funcionários
Belo Horizonte/MG

Colégio Santo Antônio

O nosso objetivo ao atuar nesta instituição é oferecer uma educação com excelência acadêmica e sólida formação humana e religiosa.

O Colégio Santo Antônio é filantrópico e oferece bolsas de estudos para alunos de baixa renda. Procuramos também dar especial atenção à promoção da cidadania e da consciência ecológica.

O Colégio Santo Antônio foi fundado na cidade de São João del-Rei, em Minas Gerais, no ano de 1909, pela Ordem dos Frades Menores. Firmou-se como instituição referência em educação, recebendo estudantes de diversas regiões brasileiras, atraídos pela imagem de excelência acadêmica e de sólida formação humana e religiosa.

A educação oferecida pelo Colégio Santo Antônio tem como base norteadora a pedagogia franciscana. Portanto, tal fonte de inspiração pedagógica foi herdada de São Francisco de Assis, haja vista que, através de seu modo de viver, pregou à sociedade o respeito mútuo, a solidariedade humana, o cuidado com o próximo e com os animais; e a paz entre os homens.

Neste sentido, a proposta educacional do Colégio visa à formação do aluno a partir de uma perspectiva que prima pelos princípios cristãos e os valores humanos, tais como a ética, a responsabilidade, a solidariedade e o respeito ao bem comum; os princípios políticos dos direitos e deveres de cidadania, o exercício da criticidade e do respeito à ordem democrática; os princípios estéticos da sensibilidade, da criatividade e da diversidade de manifestações artísticas e culturais.

Curso de Teologia para Leigos

“Para cumprir sua missão com responsabilidade pessoal, os leigos necessitam de sólida formação doutrinal, pastoral, espiritual e adequado acompanhamento para darem testemunho de Cristo e dos valores do Reino no âmbito da vida social, econômica, política e cultural. [...] Isso exige, da parte dos pastores, maior abertura de mentalidade para que entendam e acolham o “ser” e o “fazer” do leigo na Igreja, que por seu batismo e sua confirmação é discípulo e missionário de Jesus Cristo. Em outras palavras, é necessário que o leigo seja levado em consideração com espírito de comunhão e participação”. (Documento de Aparecida, n. 212-213)

 Inspirados na eclesiologia pós-conciliar de valorização ministerial dos fieis leigos, os frades da Província Santa Cruz dedicam-se há quase duas décadas à preparação teológico-pastoral de leigos e leigas interessados em aprofundar sua fé.

Atualmente há cinco núcleos do Curso de Teologia para Leigos, os quais se organizam em um encontro semanal ou em um final de semana no mês. Ao longo de três anos, é possível aprofundar os conteúdos bíblicos, teológicos e pastorais, visando a inserção de qualidade dos fiéis leigos em suas comunidades de fé.

Os cursos são ministrados por frades, religiosos e religiosas, leigos e leigas, desde estudantes da faculdade de teologia até mestres e doutores em teologia.

O Secretariado de Missão e Evangelização acompanha o andamento de cada núcleo e promove ao menos um encontro anual com todos os estudantes para um momento formativo comum. A grade dos cursos está minimamente unificada, respeitando as particularidades de cada realidade. Cada núcleo promove anualmente o retiro com os estudantes e a Semana Teológica.

Ao fim do curso, os estudantes recebem o certificado de extensão universitária, em parceria com o Instituto Santo Tomás de Aquino, de Belo Horizonte.

Atualmente, os núcleos do curso de teologia para leigos são:

  • Centro Franciscano de Formação e Cultura, em Divinópolis;
  • Colégio Santo Antônio, em Belo Horizonte;
  • Convento Santa Maria dos Anjos, em Betim;
  • Paróquia São Francisco das Chagas, em Belo Horizonte;
  • Paróquia São Francisco de Assis, em São João del Rei. 

Creches

1) CESCLAR

O Centro de Educação Infantil Santa Clara atende a cerca de 120 crianças da Vila Pinho, um aglomerado carente localizado na região do Barreiro, na cidade de Belo Horizonte.

Aqui, crianças de 24 meses até 5 anos recebem educação, alimentação e recreação, além de noções de higiene, saúde e cidadania. O CESCLAR também promove atividades de integração com os pais e a comunidade.

Desde 2015, a unidade atende o contraturno escolar do 1º e 2º anos do Ensino Fundamental do Colégio Santo Antônio, tendo como público os ex-alunos do CESCLAR.

2) CESFRAN

O Programa do Centro de Educação Infantil São Francisco (CESFRAN) consiste em uma Unidade Educacional, 100% gratuita e integral. Atua com o objetivo de promover o aceso e permanência de crianças na educação infantil de qualidade, priorizando o direito das mesmas de se desenvolverem integralmente nos aspectos físicos, emocional, afetivo, social, cultural e cognitivo. A unidade atende crianças em suas necessidades básicas de alimentação, saúde, lazer, hábitos de higiene e cuidados pessoais, segurança e aprendizem, desenvolvendo assim, sua sociabilidade e favorecendo a integração destas crianças ao seu meio e a comunidade. O público atendido, foi de crianças de quatro meses a cinco anos de idade. 

Desde 2015, a unidade atende o contraturno escolar do 1º e 2º anos do Ensino Fundamental do Colégio Santo Antônio, tendo como público os ex-alunos do CESFRAN.

 

Irmão Sol

Apresentação

A Associação Irmão Sol é uma entidade beneficente, sem fins lucrativos, que em regime de Acolhimento institucional acolhe e acompanha até 75 crianças e adolescentes dos sexos masculino e feminino. Esses acolhidos se encontravam em situação de risco pessoal e social. Todas são provenientes do município de Belo Horizonte.

A Instituição conta com 05 unidades, com capacidade para atender até 15 acolhidos em cada. Esses são direcionados para cada unidade de acordo com a faixa etária e sexo.

Nosso objetivo: Atender crianças e adolescentes, ambos os sexos, sob medida de proteção na forma de Acolhimento Institucional, contribuindo para seu desenvolvimento físico, psicológico e social, oferecendo alimentação, cuidados de higiene, saúde, atividades lúdicas, recreativas, culturais e pedagógicas e favorecendo seu retorno a família.

1) Casa dos Pequenos 

Acolhimento de crianças de 0 a 7 anos incompletos, de ambos os sexos, cujos genitores estão em recuperação de algum tipo de dependência ou foram negligentes com os filhos. As mães ou pais são orientados e acompanhados na mudança do quadro que provocou a aplicação da medida de proteção. As crianças recebem os cuidados dentro da Casa e, o mais importante é conservar os laços familiares. Isso não sendo possível é trabalhada a possibilidade de uma família substituta.

  • Capacidade de atendimento: 15 crianças.
  • Telefone: 31 3481-5603

2) Casa Copacabana

Acolhimento de meninos com idades entre 7 a 12 anos incompletos que estejam em situação de risco social e pessoal encaminhados pelos órgãos competentes. Trabalha-se a autonomia, elevação da auto-estima, cooperação e o bom convívio comunitário. Essas crianças frequentam escolas públicas da região e participam de atividades culturais e recreativas oferecidas pela Associação e pela comunidade local. Sempre, quando possível, o primeiro passo é a tentativa de resgate dos laços com a família de origem.

  • Capacidade de atendimento: 15 crianças.
  • Telefone: 31 3452-3823

3) Casa Tremedal

Casa que trabalha com o acolhimento de adolescentes entre 12 a 18 anos incompletos encaminhados pelo Juizado da Infância e da Juventude e Conselhos Tutelares. Os adolescentes fazem cursos profissionalizantes, frequentam escolas públicas da região, participam de atividades culturais e de lazer. Na rede pública e em ONGS parceiras da Instituição recebem o atendimento médico, odontológico e psicológico. Procura-se realizar um atendimento que concilie as dimensões psicológica e física de cada acolhido.

  • Capacidade de atendimento: 15 adolescentes.
  • Telefone: 31 3272-3037

4) Casa das Meninas

Acolhimento de meninas entre 7 e 12 anos incompletos, advindas de situações de negligência e violência familiar. É trabalhado a autonomia, a elevação da auto-estima, a cooperação e o bom convívio comunitário. Ali estudam, fazem cursos e são encaminhadas para tratamento médico, odontológico, psicológico e demais atendimentos especializados, quando necessários. Participam da vida da comunidade e de atividades culturais, esportivas e de lazer.

  • Capacidade de atendimento: 15 crianças.
  • Telefone: 31 3447-6555

5) Casa dos Irmãos

Acolhimento de grupos de irmãos entre 7 e 12 anos incompletos, de ambos os sexos, evitando a separação. Nesta experiência pioneira, os laços entre os irmãos são conservados. Frequentam as escolas públicas da região, são encaminhados para atendimento psicológico, pedagógico e religioso, recreação supervisionada, e passeios culturais.

  • Capacidade de atendimento: 15 crianças.
  • Telefone: 31 3411-5960

Notícias
                  
Receba as notícias e artigos da Província Santa Cruz. Cadastre seu e-mail...