Símbolo Franciscano
            Carisma             Símbolo Franciscano      

O Tau Franciscano

O Tau é um dos símbolos mais usados pelos franciscanos. Formado por duas linhas que se encontram, uma horizontal e uma vertical, o Tau recorda a idéia de tempo e da eternidade. O Tau é a última letra do alfabeto hebraico e a décima nona letra do alfabeto grego. É um sinal bíblico usado pelo profeta Ezequiel para designar os eleitos que seriam poupados por Deus do extermínio: “YHWH falou com ele: ‘Percorra a cidade de Jerusalém e marque com uma cruz (“T”, o Tau) a testa dos indivíduos que estiverem se lamentando e gemendo por causa das abominações que se fazem no meio dela” (Ez 9,4).

A ligação do Tau bíblico com a espiritualidade franciscana remonta ao próprio Francisco de Assis. Segundo os primeiros biógrafos do santo, Francisco venerava o símbolo do Tau, traçando-o em vários momentos de sua vida e pronunciando-o em suas pregações e bênçãos.

Importante para o reconhecimento do Tau na espiritualidade do próprio Francisco é a famosa Bênção a Frei Leão, tirada do Livro dos Números. Durante séculos, muitos católicos a consideraram uma benção dos protestantes que, de fato, como os judeus, sempre a usaram muito. Ela constitui um dos poucos escritos de São Francisco que ainda temos com sua própria letra e é muito característica, principalmente pelo acréscimo pessoal de Francisco: “O Senhor te abençoe, Frei Leão”. Como Francisco, é bom lembrarmos quando usamos essa bênção para qualquer pessoa: dizer o nome de quem está sendo abençoado. Nessa bênção, São Francisco também desenhou o Tau como um sinal de bênção, atravessando o nome de Frei Leão e em cima de uma cabeça, que pode ser a de Frei Leão ou a de Adão.

Francisco, ao escolher uma vida de penitência, carregou consigo o Tau. Este símbolo lembrava a vitória da conversão deste jovem que abdicou dos vícios e excessos ara uma vida de comunhão fraterna. Desde a Idade Média esse símbolo já era usado como um sinal de vitória e salvação.

Assim, o Tau, também conhecido como cruz franciscana, se converteu num símbolo franciscano. Ele é visto nos pescoços dos franciscanos em um cordão com três nós. Os nós representam os três conselhos evangélicos: obediência, pobreza e castidade. O Tau, usado não só pelos franciscanos, mas por muitos cristãos, recorda o caminho do Evangelho que nos leva à Salvação. Usar este símbolo é viver uma vida de conversão, transformá-la em missão e serviço ao outro.

Notícias